O Guia Definitivo para Anunciar em Ônibus Busdoor Preço

Tempo de leitura estimado: 6 minutos

Aprenda como funciona para colocar anúncio em ônibus, mais do que transportar milhares ou milhões de passageiros diariamente, os ônibus também podem carregar as mensagens de anunciantes interessados em promover suas ideias, produtos ou serviços.

Um dos formatos mais trabalhados nesse modal é o busdoor, que são os adesivos aplicados nos vidros traseiros dos ônibus.

E apesar de sua popularidade, planejar e executar uma boa campanha exige entender suas especificidades, que fogem um pouco de outros veículos de mídia Out-of-Home. Estar atento a características como circulação e itinerários é crucial.

Por essa razão, preparamos este guia para te ajudar a planejar e executar seus anúncios de busdoor em ônibus. Acompanhe!

Quais são as vantagens desse formato?

Vamos começar pelos benefícios de se anunciar nos vidros traseiros de ônibus. Tratam-se de pontos que explicam as principais características do busdoor. Confira:

1567958409 7772 Onibus Sao Paulo Busdoor

Mídia itinerante

A mobilidade do formato é um diferencial em relação aos outros espaços de OOH. Como as rotas dos ônibus podem passar por diferentes bairros e cidades, um anúncio não estará preso a um local específico, como no caso de um relógio de rua, por exemplo.

E esse fator também explica o porquê o busdoor pode se comunicar com uma variedade grande de públicos. Uma mensagem pode atingir outros motoristas, passageiros dos demais transportes, ciclistas e pessoas em prédios, estabelecimentos e nas ruas.

Maior tempo de exposição em cidades com trânsito mais lento

Em cidades que sofrem com engarrafamentos em diversos pontos, o busdoor tende a ganhar mais destaque, já que ele é exibido por mais tempo para os motoristas posicionados atrás dos ônibus, além de pessoas que passam pela rua e podem ler com mais calma as mensagens — caso despertem o interesse.

Mas isso, claro, dependerá das rotas das linhas contratadas para veicular um determinado anúncio e dos horários com um trânsito mais intenso.

Compra segmentada por linhas

Assim como é possível comprar mídia no metrô segmentando por estação ou linha, o anunciante também tem a possibilidade de selecionar as rotas por onde deseja promover sua mensagem.

Isso abre a possibilidade de levar um determinado conteúdo para diferentes cidades, para um roteiro que agrupe bairros de classe média, periferia ou áreas nobres, ou mesmo os que passam pelos pontos de venda dos anunciantes.

Economia

O busdoor é considerado uma das mídias mais baratas no OOH, pois pode circular com o mesmo anúncio por diversos pontos em uma ou mais cidades, alternando entre locais de pouco e grande fluxo de pessoas — o que ajuda a gerar um bom custo/benefício.

Relacionados:  12 Técnicas de treinamento de vendas para equipe de vendas

Mesmo que a compra de um grupo de dezenas de faces possa encarecer a compra, é preciso levar em conta que cada face estampará um ônibus, certo? Logo, isso só multiplicaria a frequência de impactos de um anúncio, levando sua mensagem para uma audiência rotativa e ajudando a fixar com uma maior quantidade de impressões.

Isso também leva a um CPM mais baixo, pois, como um mesmo ônibus pode circular, em média, 300km por dia, a depender de sua rota, ele atinge coberturas que podem chegar até em 50% da população de uma cidade — a leitura do livro Omnibus: A história da publicidade em ônibus desde 1851, de Terezinha M. Abreu, não só traz esses dados como ajuda a entendê-los.

Exclusividade

Apesar de já ser uma vantagem comum a muitas outras mídias de Out-of-home, o fato de não ter o mesmo espaço no ônibus dividido com outras empresas traz um controle maior para os anunciantes sobre a cobertura regional da sua publicidade.

Mas é importante lembrar que essa exclusividade não se aplica às linhas ou a determinadas rotas. Se um anunciante comprar 10 faces para 10 ônibus de uma linha que conta com 25 carros, os 15 veículos restantes poderiam ser usados por outro anunciante. Por fim, outros ônibus de outras companhias podem circular em parte do mesmo trajeto.

E as desvantagens?

Como nem tudo são flores em qualquer formato de mídia, é preciso lembrar de algumas limitações do uso de busdoor.

Falta de padronização nos formatos

Entre na nossa lista VIP e receba as melhores dicas de vendas


Em cada cidade, há uma legislação diferente que regulamenta a aplicação de publicidade nos sistemas de transportes públicos locais.

Essas regulamentações podem determinar tamanhos diferentes de aplicação de cada peça, além de direcionar onde se pode anunciar e o que pode ser comunicado.

Em Curitiba, por exemplo, somente a prefeitura pode aproveitar o busdoor, desde que seja para fazer campanhas institucionais.

Na capital paulista, após a Lei Cidade Limpa, o busdoor foi proibido nas linhas municipais. No entanto, nas rotas intermunicipais que circulam pela capital, o uso de publicidade no vidro traseiro dos ônibus é permitido.

Aliás, isso pode ser visto como uma grande oportunidade para anunciantes que querem trabalhar com busdoors em sua campanha, mas que poderiam ser limitados em cidades onde essa exposição é proibida por leis municipais.

Por meio de linhas intermunicipais, o anunciante poderia cobrir determinadas rotas e seguir impactando as pessoas certas.

Ter essa noção é importante para os anunciantes que desejam ou costumam anunciar em mais de uma cidade.

Dificuldade de conseguir espaços

Devido ao seu baixo custo, à exclusividade na compra de linhas e ao tempo mínimo de 1 mês de veiculação (há anunciantes que costumam ocupar o mesmo espaço por meses), a concorrência pelos espaços é bastante alta.

Relacionados:  Como motivar uma equipe: 21 MELHORES DICAS

Isso exige uma visão mais antecipada por parte de quem planeja a campanha. Além do mais, caso o busdoor seja utilizado em conjunto com outras mídias de Out-of-Home, pode haver uma dificuldade maior para sincronizar a exibição dos anúncios.

Como trabalhar o conteúdo de uma campanha?

1567958409 5903 Busdoor Adesivacao Lateral

Pense na cobertura e no número de anúncios

O primeiro ponto a se levar em conta é a relação entre a quantidade de faces a serem inseridos e as linhas escolhidas.

E isso dependerá muito do objetivo de cada campanha. Caso a ideia seja cobrir toda uma cidade, dependendo de seu tamanho e das rotas dos itinerários, uma quantidade boa varia entre 150 e 250 anúncios, de acordo com o mesmo livro Omnibus: A história da publicidade em ônibus desde 1851, que citamos anteriormente.

A mesma autora traz outras referências, como a cobertura recomendada para cada bairro. Nesses casos, o ideal é pensar em 30 anúncios, desde que as linhas contratadas façam trajetos curtos. A ideia, afinal, é não gerar dispersão e nem perder em frequência.

Por fim, a quantidade de anúncios por linha pode ser de 3 a 5. No entanto, lembre-se de todos esses números vão variar de acordo com a quantidade de linhas, de ônibus por trajeto, do tamanho dos bairros e cidades, das rotas de cada itinerário e, obviamente, dos objetivos e metas da campanha.

Considere o tempo mínimo de veiculação

Com pelo menos 1 mês para estampar um anúncio na traseira de um ônibus, o ideal é que mensagens muito pontuais sejam evitadas, como promoções programadas para durarem poucos dias ou semanas.

No entanto, lançamentos, reposicionamento de marcas e divulgação de eventos (como espetáculos teatrais, filmes, festivais de música, vestibulares e promoções que durem 1 mês inteiro ou mais) podem ser bons objetivos de uma campanha em busdoor.

Crie uma mensagem de fácil e rápida compreensão

Por ser uma mídia itinerante, as pessoas dificilmente terão mais do que 5, 7, 10 segundos para assimilar todo o conteúdo de um busdoor.

Mesmo que as linhas contratadas passem por vias com congestionamentos frequentes, é preciso limitar a quantidade de informações inseridas na peça.

Para isso, pense em cores vivas, que criem o contraste necessário para destacar o produto, a marca ou o meio de contato da empresa (endereço, telefone ou site).

Textos simples, curtos e contextualizados aos locais de circulação das linhas também devem ser referências.

#1- Busdoor

Este seria o modelo padrão para propaganda em ônibus. O busdoor nada mais é do que um “outdoor” em um ônibus. Daí vem o nome!

Relacionados:  Métricas de vendas mais importantes

Assim sendo, este é o formato que encontramos na traseira dos ônibus pela rua. Aqueles anúncios grandes que fecham o para-brisa do veículo. Com certeza você já deve ter visto.

#2- Backbus

Já o conceito de backbus é muito semelhante. A única diferença de um para outro, é que este fica do lado de dentro, mas é instalado no mesmo local: na traseira do ônibus.

O público aqui é muito diferente do público do busdoor, uma vez que os passageiros serão os únicos impactados com a sua propaganda.

#3- Formatos diferenciados

Conforme eu mencionei acima, estes são os dois formatos mais comuns e básicos que você encontrará nas empresas que vendem espaços publicitários em ônibus, só que ainda há uma série de outros formatos que você poderá orçar que são considerados formatos especiais.

Muitas vezes eles são projetados apenas para uma ação exclusiva ou que necessite de outro espaço.

Geralmente o busdoor e o backbus são instalados apenas em ônibus de linha – aqueles que trafegam pela cidade em diversas ruas e bairros de moradores. Já um formato diferenciado pode ser tanto nestes ônibus, quanto em ônibus de turismo ou que não sejam de linha.

Lembrando que estes casos são específicos e precisam ser solicitados diretamente com a empresa responsável.

Qual o preço de uma propaganda no ônibus?


Agora que eu já pude te apresentar o básico de o que é a propaganda em ônibus, está na hora de sabermos o preço. Será que é caro? Ou será que é barato?

De início já posso responder: depende! Sim, dependerá muito dos seus objetivos e do seu capital reservado para o marketing. O preço de um busdoor ou backbus pode variar de acordo com uma série de situações.

Tabela de preços busdoor

Conclusão

Anúncios em ônibus se diferem bastante das demais mídias Out-of-Home em função do seu caráter móvel, econômico, despadronizado e extremamente criativo.

Tais atributos exigem um olhar diferenciado de anunciantes e agências na hora de planejar, criar e executar suas campanhas.

Mas não veja isso como um problema, pois não faltam ferramentas para facilitar ou simplificar esse trabalho.

Com a Planejador Web, por exemplo, o anunciante pode receber uma proposta baseada em anunciar no google, Facebook e Instagram. Tornando suas campanhas ainda mais certeiras.

E ah, caso tenha gostado do texto, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais!

O que você achou deste artigo? (deixe seu comentário)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.