Tendencias de SEO

Tempo de leitura estimado: 6 minutos

Sem dúvida, nosso trabalho como SEOs é ficar de olho no futuro e antecipar o que o Google está planejando, tendencias de SEO e testando ou procurando deixar cair em nossas portas.

Somente nos últimos 12 meses, temos visto várias mudanças no Google Search – cada uma delas impactando a forma como planejamos, implementamos e reportamos as campanhas.

Neste artigo, vou dar uma olhada no que está reservado para SEO em 2020 e como esses fatores mudarão a forma como formulamos estratégias ao longo do próximo ano e além.

Tendências de SEO

As páginas de resultados do mecanismo de busca (SERPs) não são as mesmas de alguns anos atrás. O percentual de participação dos anúncios aumentou, as caixas de respostas e os trechos em destaque começaram a receber uma parte maior dos cliques, e o recurso “As pessoas também perguntam” que foi lançado em 2018 (que combina algumas caixas de respostas empurrando o resultado da busca orgânica para baixo) cresceu em importância:

A busca por voz está aqui para ficar

É difícil imaginar no início de 2020, mas quando a busca por voz foi lançada em 2012 muitos assumiram que seria apenas mais um projeto consignado ao sempre crescente cemitério do Google.

Hoje, no entanto, sabemos muito mais sobre a tecnologia e, graças ao schema.org, para onde ela provavelmente irá no futuro. A taxa de adoção é mais lenta do que o previsto, mas ainda assim vazou em nossas vidas, por isso não podemos ignorar completamente a busca por voz.

Marcação de Schema

Uma nova forma de marcação é lançada quase todo mês, sendo que uma das últimas novidades é a marcação para filmes.

Embora isso possa parecer insignificante, o fato de estarmos vendo agora uma marcação para filmes mostra como dados estruturados granulares e de longo alcance chegaram.

Além disso, a marcação do site tem uma influência monumental nos trechos em destaque, o que pode ser altamente lucrativo para qualquer site.

Engajamentos melhorarão as métricas de engajamento do seu site

As métricas de engajamento quantificam a eficácia do seu conteúdo. Embora não indicado diretamente pelo Google, o gigante dos mecanismos de busca mede as métricas de engajamento do seu site para melhor avaliar a qualidade do seu conteúdo e depois classificá-lo nos resultados da busca.

As métricas de engajamento que desempenham um papel importante nos rankings são:

  1. Taxa de Rejeição: Refere-se ao percentual de visitantes que visitam seu site e depois saem sem visitar outras páginas do seu site.
  2. Tempo de permanência: O tempo entre quando uma pessoa clica em um resultado de busca e quando sai dessa página.
  3. Tempo na página: O tempo que um visitante gasta lendo uma única página do seu site.
  4. Retorno dos Visitantes: O número de visitantes que pousam no seu site novamente depois de tê-lo visitado antes.
  5. Click-to-Call: O número de pedidos click-to-call que são feitos para se conectar com o seu negócio.
  6. Comentários: O número de comentários que as pessoas deixam sobre o seu negócio ou sobre o seu conteúdo.
  7. Sinais Sociais: O número de sinais sociais que o seu conteúdo recebe.

O que vai mudar é que os sinais terão um papel fundamental para impulsionar a estratégia geral de SEO para o seu negócio.

Tendencias De SeoBusca com Intenção Local

46% das pesquisas no Google já têm intenção local, e a autoridade das empresas locais continuará a ser um fator chave para a classificação superior em 2020.

Em outras palavras, se muitas pessoas amam o negócio do seu bairro, então o Google irá classificá-lo em um ranking mais alto nos resultados da pesquisa local.

Leitura adicional:  O que é um mecanismo de busca?

A popularidade da entidade será determinada com base no número de menções de marca que a empresa recebe nas mídias sociais, fóruns, artigos, vídeos, etc.

As menções ou citações de marcas são diferentes de um link. Sob menções de marca, seu negócio pode ou não receber um link.

Obviamente uma menção de marca com um link é sempre melhor, mas mesmo que você consiga atingir um número maior de menções de marca sem um link, isso ainda será benéfico para o SEO local.

O envolvimento da entidade será determinado por “sinais” na web, como por exemplo:

  1. As pessoas amam o seu negócio?
  2. Quantas críticas positivas o seu negócio tem no Google My Business?
  3. Existem recomendações positivas suficientes para o seu negócio em outros sites de revisão?
  4. Quantas pessoas salvaram a sua empresa como contato em seu telefone?
  5. Quantas pessoas pedem a localização da sua empresa usando o Google Maps?

Todos esses são grandes sinais que impactam a popularidade da sua empresa local, então otimize sua listagem no GMB e mantenha sua NAP (Nome, Endereço, Telefone) precisa.

Tente também gerar o maior número possível de menções de marcas locais junto com recomendações comerciais positivas sobre a sua empresa.

Vídeo Veio para Ficar

O vídeo marketing continuará a ser uma das principais tendências do marketing digital para 2020. Em 2018, as pessoas passaram uma média de 67 minutos assistindo vídeos online por dia, e espera-se que esse número chegue a 100 minutos por dia até 2021.

96% das pessoas concordaram que assistir a vídeos ajudou-as a aprender mais sobre um produto ou serviço. Portanto, incorporar vídeos em sua estratégia de SEO é uma ótima maneira de melhorar o envolvimento da marca.

BERT e o E.A.T

Com o lançamento da recente actualização do BERT, o Google está cada vez melhor a compreender a relação (ou contexto) entre as palavras.

BERT significa Bidirectional Encoder Representations from Transformers e é uma atualização do algoritmo de busca central que compreende a intenção do buscador por trás de uma consulta de busca. Isto significa que o grande conteúdo que se concentra no princípio E.A.T. será mais alto:

  1. Especialização: a página precisa ter um conteúdo de qualidade escrito por um escritor especialista
  2. Autoridade: o próprio site precisa ter alguma autoridade sobre o assunto
  3. Confiança: o site precisa ter outros links que apontem para ele a partir de sites confiáveis

Resultados de pesquisas fora do contexto serão removidos pelo Google, portanto tente criar conteúdo que responda com precisão à consulta do usuário. Aqui estão algumas maneiras eficazes de preparar um ótimo conteúdo:

  1. Originalidade: Seu conteúdo deve ser original e fornecer informações detalhadas, mesmo que seja breve.
  2. Valor: um artigo deve conter informações de valor, sejam elas notícias, um novo desenvolvimento ou explicações ou instruções abrangentes. Cada página do seu site deve ter um propósito claro e deve ajudar o leitor.
  3. Bem escrito: O conteúdo deve ser envolvente e bem articulado, e o autor deve ter uma excelente compreensão tanto do tópico quanto do idioma.
  4. Bem editado: Todo o conteúdo do seu site deve estar livre de erros de digitação, erros de ortografia, palavras mal utilizadas e erros de pontuação. Tudo isso prejudica a autoridade do conteúdo bem como do site e deve ser evitado, mesmo que isso signifique contratar um editor e/ou revisor para o seu departamento de criação de conteúdo.
  5. Boa experiência do usuário: A chave para um conteúdo excelente é proporcionar uma boa experiência ao usuário. O visitante do site não deve ser agredido com anúncios ou pop-ups, e os artigos não devem estar excessivamente espalhados por várias páginas, forçando seu leitor a clicar constantemente em “próximo”.
Leitura adicional:  Como Rankear Site no Google: Estudo de 1 milhão de páginas

O princípio E.A.T. mede a pontuação de confiança/autoridade do site onde o conteúdo é publicado, bem como a perícia do autor que o escreveu ou publicou. Tanto o site quanto o criador do conteúdo devem ter uma reputação positiva.

Uma agência de SEO pode te ajudar a otimizar seu site realizando serviços de seo.

Dados Serão o Futuro de SEO

Uma análise de dados qualitativos e quantitativos é crucial para a sua estratégia de SEO. Rastrear o comportamento do usuário e usar as ferramentas certas para pesquisa de palavras-chave e otimização do site são necessários para mover a sua estratégia atual de SEO na direção certa.

Para fazer isso, você precisa selecionar cuidadosamente suas fontes de dados e visualizar suas informações usando a ciência dos dados. Isso o ajudará a identificar questões comuns, como por que seus clientes estão comprando um determinado produto ou se comportando de uma determinada forma após o desembarque em seu site.

A ciência de dados ajuda você a tomar decisões concretas, permitindo que você tome:

  1. Visualizar quais combinações têm o potencial de causar o maior impacto
  2. Criar campanhas de marketing alinhadas com as necessidades do seu público
  3. Entender as preferências do comprador e identificar pontos de dor
  4. Identificar fontes de encaminhamento de tráfego de conversão
  5. Verificar tempo de carregamento, indexação, taxa de bounce, erros de resposta e redirecionamentos
  6. Verificar as URLs mais e menos rastejadas
  7. Identificar páginas que não devem ser indexadas pelos rastejadores
  8. Identificar fontes de tráfego incomuns

Qual é o próximo passo?

Quando se trata de SEO, 2020 é o ano de forte competição, sendo cada vez mais difícil para os proprietários de sites ganharem uma parte significativa do tráfego orgânico do Google. Mas você pode obter uma vantagem sobre a competição se mantendo atualizado sobre as tendências de SEO neste artigo.

Comece agora a revisar sua estratégia de SEO para incluir busca de voz, busca na posição zero, vídeo marketing interativo, um uso mais focado de influenciadores e foco para seu negócio local.

 

Deixe uma resposta