Espero que você goste desse artigo. Se você quer que nosso time faça o seu marketing, clique aqui.

O que é Identidade Visual? Guia definitivo

Tempo de leitura estimado: 11 minutos

Última atualização em 19/06/2022

Uma identidade visual não é apenas uma coisa, mas uma série de componentes combinados para criar uma imagem única para sua marca. Usado corretamente, esse valioso conjunto de ferramentas torna sua marca mais reconhecível, diferencia você da concorrência e ajuda a criar uma conexão emocional com seu público.

A questão é: como você descobre sua identidade visual?

Uma identidade visual verdadeiramente eficaz precisa fazer mais do que apenas fazer você “ficar bem”. Cada ativo deve desempenhar um papel no envio de uma mensagem unificada sobre sua organização. Afinal, os visuais são poderosos, capazes de evocar emoção e significado em um nível fundamental.

Escolher uma boa imagem de marca é fundamental para enviar a mensagem certa.

Por isso, confira neste guia um passo completo para criar a sua própria identidade visual.

O que é identidade visual? Definição de identidade visual

O que é Identidade Visual? Guia definitivo

A identidade visual refere-se a todas as imagens gráficas e componentes “visuais” da imagem da sua marca. Qualquer coisa que seus clientes possam ver e associar à sua empresa pode fazer parte de sua identidade visual.

Isso inclui seu logotipo, embalagem, site e até mesmo seus modelos de e-mail.

Existem dezenas de ativos visuais ligados às marcas modernas e cada um desempenha um papel na identidade da sua marca. Enquanto seu logotipo ajuda a definir o que sua empresa representa e atrai imediatamente a atenção do público, sua tipografia transmite elementos de sua personalidade.

A identidade visual é mais comumente descrita em um conjunto de diretrizes da marca ou em um “guia de estilo” da marca. Essas são as regras usadas para entregar uma experiência visual consistente aos seus clientes sempre que você produz um novo ativo de marketing ou conceito de marca.

Por exemplo, as diretrizes de identidade da Apple informam aos designers sobre tudo, desde cores de assinatura até tipografia, requisitos de cabeçalho, assinaturas de e-mail, merchandising e muito mais.

Embora não haja um tamanho único para a aparência de uma identidade visual, todos esses ativos devem servir aos mesmos propósitos:

  • Crie um vínculo emocional com os clientes.
  • Informar os clientes sobre o propósito da marca.
  • Destaque os serviços/produtos oferecidos.
  • Transmitir a personalidade da empresa.
  • Unifique os ativos de marketing e branding da organização.

Identidade visual x branding

Então, como a identidade visual difere do branding básico, ou identidade da marca?

Sua identidade visual aparecerá nas diretrizes de identidade da sua marca, mas não é exatamente a mesma coisa. Enquanto branding e identidade visual andam de mãos dadas, um é um conceito “guarda-chuva” e o outro é um pouco mais focado.

Branding, ou identidade de marca, refere-se à expressão holística de tudo o que sua empresa é. Uma parte importante desse conceito é sua imagem, as cores que você usa, seus gráficos e assim por diante.

No entanto, existem outros aspectos da marca que não são destacados pela sua imagem, como o tom de voz da sua marca, seus requisitos de edição de texto, declaração de missão, valores fundamentais e até mesmo suas frases de efeito.

Enquanto sua identidade visual de marca se refere a tudo que seu cliente pode ver e se relacionar com você, suas diretrizes gerais de marca vão além desse sentido singular para abranger absolutamente tudo.

As diretrizes da marca referem-se a como sua empresa soa, como se sente quando você está interagindo com os clientes e que tipo de características únicas você demonstra.

As diretrizes da marca e a identidade visual devem estar alinhadas. Por exemplo, a Innocent Drinks tem uma identidade visual lúdica e envolvente, definida por cores vivas, desenhos desenhados à mão e uma fonte descolada.

A identidade da marca subjacente compartilha essa natureza divertida e alegre, mas também chama a atenção para elementos mais profundos do propósito da Innocent Company, como o uso de ingredientes ecológicos.

Pense desta forma. Sua identidade visual mostra a todos o que sua empresa é por fora. A identidade da sua marca demonstra o que sua empresa é por dentro. Para manter uma presença autêntica, ambos os conceitos devem estar estreitamente alinhados.

Construindo um sistema de identidade visual: suas diretrizes visuais

Branding - Laço Digital | Agência de Marketing Digital em Maringá/PR

Para desenvolver uma forte definição de identidade visual própria, você precisará considerar todos os componentes da imagem da sua empresa que precisam ser alinhados. Notavelmente, a consistência é fundamental nos sistemas de identidade visual.

Certificar-se de saber exatamente que tipo de identidade você deseja demonstrar com antecedência deve impedir que você confunda seu público com imagens desalinhadas.

Antes de começar a construir suas diretrizes visuais, pergunte a si mesmo:

Quais são os valores da sua marca?

O que mais importa para a sua empresa e como você pode transmitir isso através da sua imagem? Por exemplo, se você está comprometido em criar uma experiência amigável, imagens desenhadas à mão podem ser mais atraentes do que fotografias.

Como você define a personalidade da sua marca?

Você é brincalhão e jovem, ou maduro e sofisticado? A personalidade da sua marca deve se infiltrar em todos os aspectos da imagem da sua empresa, não importa quão pequena ela seja.

Quem são seus clientes?

Que tipo de pessoas você quer atingir com sua identidade visual? Que tipo de imagens eles são atraídos e como seus concorrentes chamam a atenção deles?

Com todas essas informações para guiá-lo, você pode começar a trabalhar nos seguintes elementos:

1. Paleta de cores

Provavelmente a parte mais óbvia do sistema de identidade visual, sua paleta de cores é algo que você deve usar em todas as decisões de marca e estratégias de marketing. A cor no mundo da marca demonstra emoção e sentimento.

O azul é frequentemente associado à confiança, enquanto o vermelho destaca a paixão e o poder. Os tons que você escolher devem ser específicos para sua marca.

Geralmente, sua paleta de cores incluirá apenas um punhado de cores, para que você possa criar consistentemente a mesma imagem ou “estética” em todos os lugares. Você pode atribuir suas cores a tudo nas diretrizes da sua marca, do logotipo ao design do site e até mesmo às suas campanhas de marketing de mídia social.

Leia também: Frases de marketing para atrair clientes

2. Tipografia

Sua escolha de tipo ou fonte é crucial para sua identidade visual. As fontes desempenham um papel importante em causar um impacto emocional em seu público. Algumas das melhores identidades visuais começam com uma escolha cuidadosa da fonte. Basta olhar para o tipo inesquecível da Coca-Cola para um ótimo exemplo.

Ao escolher sua tipografia, lembre-se de considerar os fundamentos da psicologia das fontes. As fontes com serifa costumam ser vistas como mais profissionais e sofisticadas, enquanto as opções sem serifa são divertidas, modernas e joviais.

Não examine apenas as fontes do seu logotipo. Lembre-se de considerar todas as fontes que você usa em seu site, manchetes, e-mails e até aplicativos de smartphone.

3. Gráficos

Os gráficos referem-se ao conjunto de recursos visuais digitais que você pode usar para aprimorar a identidade da sua empresa. Veja a estratégia de marketing da Sendinblue, por exemplo, com sua série de animações divertidas e imagens desenhadas à mão, projetadas para inspirar os clientes.

Os gráficos incluem todos os aspectos simples da identidade da sua marca usados ​​para tornar suas campanhas visualmente mais atraentes. Isso pode incluir formas simples, ícones (como os que você usa em seu site), ilustrações em grande escala, infográficos e até imagens para seus posts.

4. Imagens

As imagens em sua identidade visual são semelhantes aos gráficos, mas vão além das formas e ícones básicos para olhar mais especificamente para o conteúdo “capturado”, como fotos. Geralmente, a fotografia da sua marca deve ser autêntica, consistente e exclusiva para sua empresa.

Evite usar fotos de “estoque” sempre que puder, para manter uma imagem única.

Ao criar suas diretrizes visuais, destaque exatamente o tipo de identidade que você deseja transmitir com suas fotos, vídeos e imagens semelhantes. Você pode até ver coisas como iluminação necessária e cores de fundo.

5. Ativos físicos

Os ativos físicos em suas diretrizes visuais referem-se aos produtos “offline” que transmitem sua imagem ou identidade. Seus ativos físicos geralmente começam com coisas como sinalização e design em escritórios e lojas de varejo.

No entanto, eles também podem incluir folhetos impressos, banners e ferramentas de publicidade para eventos e conferências.

Seus ativos físicos também incluem coisas como o layout e o design da sua loja. Considere como os interiores da Starbucks compartilham o mesmo design aconchegante e acolhedor. Inclui os uniformes que os funcionários usam e até as embalagens de seus produtos.

6. Logotipo

Outro dos aspectos mais óbvios de sua identidade visual, seu logotipo é a primeira ferramenta estética que seu cliente usa para identificar você e sua empresa. Os logotipos são uma parte extremamente importante do branding porque definem toda a sua personalidade e os valores da marca em uma imagem simples.

Um bom logotipo está no centro de tudo o que você faz como marca e pode até ajudar em coisas como escolher as cores da marca. Muitos de seus futuros gráficos, tipografia e opções de cores serão projetados para combinar com seu logotipo no futuro.

Garanta que seu logotipo funcione bem em uma variedade de ativos, desde seus cartões de visita até seu marketing por e-mail.

Relacionado:  Empreendedorismo: O que é, quais tipos existem e dicas.

7. Seu site e presença online

Um site é o culminar de ativos visuais. Ele mostra cores e imagens envolventes da marca, destaca sua personalidade por meio da tipografia e exibe seu logotipo também.

Seu site é uma das ferramentas de branding visual mais importantes que você terá no mundo digital de hoje e também deve funcionar como um ponto de partida para outros aspectos de sua presença online.

A imagem e a identidade que você transmite em seu site precisam aparecer em tudo o que você faz online, desde suas postagens de mídia social até suas seções de guest blogging, artigos de relações públicas, eBooks, webinars e até mesmo seus modelos de e-mail marketing.

Leia também: Marketing e comunicação

8. Recursos de publicidade

Os sistemas de identidade visual também direcionam seus esforços de publicidade. Quando você está fazendo marketing online ou off-line, seu objetivo não é apenas conscientizar as pessoas sobre o que você está vendendo; é também criar uma sensação de familiaridade com sua marca.

Seus ativos de publicidade devem criar uma personalidade e uma imagem consistentes que ajudem a formar relacionamentos entre você e seus clientes.

Sua identidade visual precisa orientar cada ativo promocional que você projeta para sua empresa. Esteja você  criando vídeos promocionais ou projetando infográficos para compartilhar nas mídias sociais, seus clientes devem ser capazes de reconhecer instantaneamente a essência da sua marca.

Como criar uma identidade visual

O que é Identidade Visual? Guia definitivo

Existem muitos exemplos de identidade visual por aí capazes de mostrar o quão importante a imagem certa pode ser. Pense em como você se sente quando vê o vermelho brilhante da marca Coca-Cola ou interage com as cores divertidas e divertidas e as formas adotadas pelo McDonalds.

Uma boa identidade visual faz sua empresa parecer ótima, mas também desempenha um papel crucial no desenvolvimento de conexões emocionais com seu público-alvo. Sem uma identidade visual forte, você lutaria para desenvolver a fidelidade à marca.

Então, por onde você começa?

Passo 1: Defina a identidade da sua marca

Primeiro, decida o que você quer que sua empresa seja. Os valores, visão e missão da sua marca devem orientar suas decisões visuais.

Por exemplo, a Harley Davidson quer transmitir uma aparência robusta, ao ar livre e poderosa. O uso de formas como escudos no logotipo da empresa, combinados com cores vivas e excitantes como o laranja são excelentes para esse fim.

O compromisso da Harley com a liberdade e a individualidade também permite que diferentes varejistas em todo o mundo criem suas próprias versões do logotipo para compartilhar com os seguidores. Isso ajuda a destacar a natureza da marca, sem deixar a identidade visual muito confusa.

Para entender e projetar a identidade da sua própria marca, pergunte a si mesmo quais são seus principais valores, qual é seu objetivo como empresa (além de ganhar dinheiro) e como você se comunica com os clientes.

Passo 2: Abrace seu lado criativo

Se você não estiver particularmente confortável em escolher designs e paletas de cores, trabalhar com uma equipe de design profissional deve ajudá-lo a colocar sua imagem no caminho certo. No entanto, ajuda a entender os elementos básicos do design para começar.

Pesquise coisas como logotipos e paletas de cores em seu setor e descubra o que seus concorrentes estão fazendo para se conectar com seus clientes. Pergunte a si mesmo como você se sente quando vê certas formas e cores apresentadas juntas e o que isso pode significar para sua identidade visual.

Por exemplo, a marca Casper sabia que os clientes tendem a se sentir mais confortáveis ​​com a cor azul do que com qualquer outro tom, então concentrou toda a sua identidade em torno da cor calmante.

Etapa 3: vá além do visual

Sua identidade visual tem tudo a ver com fazer sua empresa parecer boa para seu público-alvo, mas há algo um pouco mais profundo no conceito do que isso também. Você também deve contar uma história cativante sobre sua marca e o que ela está realizando em um setor específico.

Se você não tem certeza de como começar a contar sua história, faça uma pequena pesquisa com sua equipe. Pergunte como eles se sentem quando veem certas formas e cores posicionadas juntas. Questione o que seus funcionários pensam, visualmente, quando imaginam sua marca.

A Chobani quer transmitir uma sensação de natureza e ecologia com seus produtos, por isso vemos muitas cores e texturas naturais na identidade visual da marca. Isso, combinado com um conjunto de fontes criativo e divertido, destaca a empresa como uma marca inovadora e com visão de futuro.

Leia também: Marketing analytics

Passo 4: Simplifique

Quando você começa a descobrir o significado inerente por trás das imagens e recursos visuais, é fácil se deixar levar. Muitas vezes há muita profundidade escondida por trás de cada marca, e muitas empresas de “propósito” querem transmitir para se diferenciar da concorrência.

No entanto, se você tentar mostrar muitas ideias de uma só vez com sua identidade visual, acabará sobrecarregando e confundindo seu público. Você tem tempo limitado para causar uma impressão duradoura em seu público-alvo, então tente se concentrar nos conceitos específicos que deseja compartilhar.

O Winc Wine Club combina modernidade por meio de cores vivas e fotografia deslumbrante, com sofisticação, por meio de fontes serifadas e visuais profissionais. Os dois conceitos se unem lindamente porque a identidade visual da marca é tão simples.

Passo 5: Seja único, mas não confuso

Um dos maiores benefícios de uma boa identidade visual no branding, é que ela ajuda a diferenciar sua marca. À medida que as pessoas conhecerem sua empresa, elas aprenderão mais sobre o que a torna especial, desde a estrutura de preços exclusiva de seus produtos até seu compromisso com o excelente atendimento ao cliente.

No entanto, não importa o quanto tentem, as pessoas ainda lutam para evitar julgar um livro pela capa. Em um mercado saturado, seus clientes ainda usarão sua identidade visual como o primeiro passo para decidir se devem trabalhar com sua empresa ou com a concorrência.

Com sua identidade visual, você precisa se destacar da concorrência, para não se misturar com dezenas de marcas diferentes. No entanto, é importante ainda dar a seus clientes certos aspectos do que eles podem esperar.

Ir completamente contra o status quo pode chamar a atenção de alguns clientes, mas também pode convencer certos compradores de que você não é a empresa que eles estão procurando. Saiba quando seguir as expectativas e quando se afastar delas.

Etapa 6: adaptar-se a várias mídias

Várias décadas atrás, projetar uma identidade visual de marca era bastante simples. Você realmente só precisava pensar em algumas coisas, como o logotipo que colocaria em suas bolsas e recibos e o design de sua loja física.

Agora as empresas têm muitas maneiras de interagir com os clientes, elas precisam pensar cuidadosamente sobre seus visuais em diferentes ambientes.

Em seu site, a Dell garante que os clientes possam pesquisar facilmente o conteúdo com ícones simples, de modo que encontrar produtos é simples, mesmo em um smartphone.

O visual do site combina com as imagens internas das lojas Dell, bem como com a identidade visual única que tentam transmitir nos canais de mídia social. No entanto, tudo é cuidadosamente estruturado para se adequar à plataforma em que aparece.

A Dell pode compartilhar trechos de vídeo e clipes no Instagram, para aproveitar o serviço “Reels”, e também converte esses vídeos em fotos simples para o Pinterest. Trabalhar com um designer ajudará a garantir que você esteja projetando cada parte de sua identidade visual para se adequar ao meio necessário.

Um profissional também poderá fornecer conselhos sobre como suas escolhas visuais afetam coisas como facilidade de uso e conveniência. As fontes com serifa, por exemplo, são mais legíveis na impressão, mas as fontes sem serifa podem ser mais fáceis de ler na tela.

Passo 7: Mantenha a consistência

Por fim, à medida que sua empresa evolui, você pode decidir atualizar ou aprimorar sua identidade visual de tempos em tempos. Isso pode ser uma parte necessária para atrair continuamente seu público-alvo e permanecer competitivo no nicho escolhido.

Embora seja bom atualizar sua identidade de tempos em tempos, você também deve manter a consistência sempre que puder. Depois de escolher uma identidade de marca de uma perspectiva visual, certifique-se de usá-la onde quer que sua marca interaja com os clientes.

Você deve apresentar os mesmos componentes essenciais de sua identidade visual em todas as plataformas, em todas as conversas com o consumidor. Isso ajudará a construir um senso de familiaridade que ajuda os clientes a reconhecer sua marca no futuro.

Leia também: Agência de link building

Visualize um futuro melhor com identidade visual

Em última análise, sua identidade visual é apenas um componente de toda a sua marca. No entanto, no mercado desordenado de hoje, também é uma das maneiras mais importantes de garantir que você possa capturar a atenção do público.

A identidade visual é uma ferramenta poderosa para contar a história da sua marca e garantir que você se conecte com os clientes em um nível emocional.

Escolha sua identidade visual corretamente e terá mais chances de se conectar com seu cliente onde quer que esteja, ao mesmo tempo em que cria uma imagem memorável para sua empresa.

Sua identidade visual o ajudará a se destacar da multidão, além de transmitir mensagens importantes que você não conseguiu destacar com eficiência apenas com o uso de texto.

Avalie este artigo post

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido