Curso de Corretor de Imoveis Online + Certificado + Dicas

Tempo de leitura estimado: 8 minutos

Agora você pode se transformar em um verdadeiro campeão de vendas

  • Criar e Configurar Anúncios com Whatsapp Business
  • Criar e Configurar Anúncios Virais no Marketplace Orgânico
  • Verá Resultados menos de 5 minutos
  • Criar e Configurar Notas de Politica de Privacidade + Termos de Uso
  • Criar e Configurar Formulário de Cadastro
  • Criar e Configurar Anúncios com Formulário de Cadastro
  • Terá Acesso a um Conteúdo Pratico e Direto a Ponto

Botao Informacoes Curso

O que faz um corretor de imóveis? Entenda!

O corretor é um profissional que tem função essencial na vida das pessoas que desejam adquirir um imóvel ou alugá-lo. Mas o que faz um corretor de imóveis?

Esse especialista auxilia na escolha do local ideal para o comprador, com um valor que caiba no orçamento e que tenha segurança. Porém, o trabalho do corretor de imóveis não se restringe somente a transações de venda e locação.

Quer conhecer outras funções desse profissional? Então, continue a leitura!

O que faz um corretor de imóveis?

Essa profissão é antiga no Brasil — foi regulamentada em 1962. O indivíduo que deseja exercê-la deve ter registro no Conselho Nacional de Corretores de Imóveis (CRECI) e ensino médio completo.

A função desse profissional deixou de ser apenas uma intermediação entre o cliente e o dono do imóvel, se tornando abrangente no mercado imobiliário.

Acompanhe algumas áreas de atuação do corretor e suas principais atribuições!

1. Fornecer consultoria

Como tem acesso fácil e rápido a diversos tipos de dados, o corretor passou a ter subsídios para desenvolver um trabalho com mais qualidade, agindo também como um consultor. Dessa maneira, ele pode fornecer consultoria aos clientes, auxiliando-os em todas as etapas do negócio, especialmente com a documentação e contrato.

Assim, o locatário pode ter a garantia de que fez um bom negócio, sem deixar detalhes passarem despercebidos — que poderiam inclusive levar à insatisfação sobre a escolha.

2. Intermediar a negociação

Essa é a principal função do corretor de imóveis: ser a ponte da negociação de compra, locação ou venda entre o cliente e proprietário. Nesse o caso, o profissional tem a missão de oferecer suporte ao cliente e também ao vendedor ou locatário, intermediando toda a transação imobiliária.

Ele deve também estar disponível para esclarecer quaisquer dúvidas de ambas as partes da negociação, permitindo que a transação seja feita da melhor maneira possível. Além disso, o corretor cuida dos detalhes jurídicos e burocráticos, como contrato de locação.

Para isso, ele deve considerar os interesses das duas partes da negociação, para que o negócio possa ser fechado com total sucesso, sem posteriores arrependimentos. O corretor imobiliário pode ainda se especializar em uma determinada área de atuação, como imóveis rurais ou industriais, por exemplo.

Outra possibilidade para esse profissional é o mercado internacional, onde ele fará o intermédio das negociações entre clientes que desejam fazer investimentos imobiliários no exterior — nesse caso, ele pode trabalhar com o anúncio de imóveis na internet.

3. Apresentar imóveis para visitação

Essa é uma função mais específica do corretor de imóveis: ele se dedica somente a apresentação dos locais para os clientes. Nesse caso, o profissional não é o responsável pela intermediação oral, mas sim por convencer o cliente durante a visitação.

Trata-se de uma função que exige maior preparação do profissional, já que ele deverá convencer o comprador de que o local está de acordo com as suas preferências. Porém, a visitação vai muito além da exibição do local: é necessário preparar o imóvel anteriormente, deixando-o apresentável.

Relacionados:  Curso de Porcelanato Liquido 3D + Fornecedores

Um imóvel que se mostra bem visualmente é muito valorizado pelos compradores, o que acaba facilitando as negociações.

4. Entender e identificar as necessidades de cada cliente

Essa é uma função que está diretamente relacionada à negociação, mas o corretor não precisa necessariamente fazer essa transação. Nessa atividade, o corretor de imóveis tem como objetivo mostrar o projeto desenvolvido ao cliente — o profissional atua com a venda de imóveis ainda na planta.

Assim, o corretor não precisará cuidar de contratos ou realizar visitações com o cliente, pois o imóvel ainda não está pronto.

Entre na nossa lista VIP e receba as melhores dicas de vendas


Ele também pode usar outros artifícios para convencer o comprador, como mostrar a região onde o imóvel está localizado — utilizando essa característica para valorizá-lo, já que não é possível usar somente o projeto na planta como vantagem.

Quais as características essenciais ao corretor de imóveis?

Agora que você já sabe que um corretor de imóveis possui funções que vão muito além da negociação entre proprietário e cliente, é o momento de conhecer as características inerentes a esse profissional!

Vocação

Um bom corretor de imóveis deve ter vocação, independentemente da função escolhida para exercer.

Essa é uma característica importante, que incidirá diretamente sobre sua capacitação profissional. Isso porque o corretor estará mais comprometido e disposto, uma vez que trabalhará com o que se identifica.

Responsabilidade

A responsabilidade é outra característica essencial ao corretor de imóveis. Como esse profissional trabalha diretamente com o cliente, é importante que ele assuma seus compromissos, sem deixá-los de lado.

Imagine a situação: o cliente agenda um horário para visitar um local que está interessado, mas o corretor não aparece e sequer fornece alguma satisfação. Por maior que seja o desejo de obter o imóvel, o comprador se sentirá ofendido, e as chances de a negociação ter sucesso serão relativamente pequenas.

Honestidade

Honestidade e eficiência são outros pontos que devemos destacar aqui. Um bom corretor de imóveis sabe exatamente quais as preferências e necessidades do cliente. Porém, é preciso ir além.

O profissional deve identificar quais imóveis estão de acordo com as necessidades do seu comprador, sendo sincero sobre todos os detalhes do local.

Essa é uma atitude que traz resultados positivos para ambas as partes, já que o cliente sairá satisfeito com o tipo de serviço prestado, e o corretor será bem-sucedido em sua negociação — com as soluções adequadas, ele poderá obter satisfação pessoal e profissional.

Persuasão

Por último, podemos destacar ainda a capacidade de persuasão do corretor. Essa característica está atrelada a todas que citamos anteriormente, porém, talvez seja necessário que ela se sobressaia em alguns momentos, especialmente nas negociações com o cliente.

Isso acontece porque o corretor de imóveis deve ser um excelente vendedor — o que só é possível ao usar o poder da persuasão.

Mas não se preocupe; ao contrário da vocação, que é inerente ao ser humano, a persuasão é uma característica que pode ser conquistada e aprimorada. O ideal é que o corretor invista em sua capacitação profissional, como cursos e palestras, por exemplo.

Dessa maneira, ele poderá obter conhecimento sobre as técnicas de atendimento e compreender melhor o cenário do mercado econômico, usando essa bagagem para conquistar sucesso nas negociações.

Como ser um bom corretor de imóveis: 4 dicas para iniciantes

Trabalhar com corretagem de imóveis é um desafio e tanto, já que nesse ramo é preciso não só ter conhecimento de diversas técnicas como efetivamente saber como colocá-las em prática. Mas e se você ainda está engatinhando nesse terreno? Como ser um corretor ainda iniciante e conhecer as características necessárias para sucesso na carreira, bem como o que não fazer de forma alguma? Pois se você está começando agora e tem dúvidas sobre como ser um bom corretor de imóveis, que tal pegar um atalho com nossas dicas? Confira!

Relacionados:  Curso de Designer de Sobrancelhas e Micropigmentação Fio a Fio R$97

Trabalhe bem seu marketing pessoal

Para você conseguir trabalhar com sucesso na área, precisa saber desde já que a imagem do corretor de imóveis é simplesmente fundamental. E é esse detalhe que transforma o marketing pessoal em uma das estratégias de vendas de imóveis mais relevantes.

Você deve saber como se apresentar para o cliente, englobando aí a postura e o bom comportamento do corretor. Afinal de contas, como esse profissional vende bens de alto valor, deve passar o máximo de confiança e segurança aos possíveis compradores. Para isso, é conveniente aprender a se comunicar de forma assertiva, atualizar-se e se manter acessível para atender à clientela. Vestir-se adequadamente também é um ponto essencial do marketing pessoal. Acredite: tudo isso faz uma enorme diferença na hora de fechar um negócio!

Busque novos conhecimentos na área

Seja iniciante ou não, a verdade é que todo corretor de imóveis precisa se desenvolver profissionalmente. E essa necessidade torna fundamental a busca por conhecimento e inovação. Tal conhecimento pode ser adquirido por meio de participações em treinamentos, palestras, feiras, salões imobiliários e até mesmo realizando cursos relacionados com o setor imobiliário — como design de interiores e até construção civil, por exemplo.

Outra maneira de estar por dentro do setor imobiliário e acompanhar suas mudanças é por meio de blogs específicos sobre esses assuntos. É importante que o corretor saiba ao menos o básico sobre financiamento, mercado imobiliário, valorização ou depreciação de imóveis, bem como novas tecnologias e ferramentas de gestão imobiliária.

Aprenda a dialogar com os clientes

Ser competente para dialogar com os clientes é um aspecto pra lá de básico para conseguir fechar qualquer tipo de negociação imobiliária. Afinal de contas, não basta simplesmente mostrar o imóvel! Pense bem: o corretor de imóveis não vende apenas casas, mas apresenta lares e soluções, possibilitando a realização do sonho das pessoas! Por essas e outras, realmente entender as necessidades do cliente é fundamental.

A fim de desenvolver tal presença, crie o hábito de conversar e fazer as perguntas certas para os interessados. Resista também a qualquer impulso de cortar a fala do interlocutor ou de corrigi-lo sobre algo. Assim você conseguirá compreendê-lo e encontrar mais rapidamente o imóvel que melhor se adaptará a ele. Para montar o perfil do cliente, ouça bastante. E não tente forçá-lo a adquirir um imóvel a todo custo, mesmo que seja inadequado para suas demandas. Fazendo isso, suas chances de ser indicado por esse cliente caem vertiginosamente, perdendo a chance de se destacar no mercado imobiliário.

Estabeleça uma atitude profissional

Evidenciar sua atitude profissional para os clientes é algo que certamente trará ótimos resultados. Todos os corretores, sejam ou não iniciantes, precisam levar seu trabalho com ética, fazendo com que os clientes compreendam que são profissionais qualificados e que realmente entendem do assunto. Mas atenção: é importante fazer isso sem parecer convencido ou prepotente, ok?

Manter o profissionalismo e demonstrar que segue tanto as regras legais como os acordos implícitos de bom atendimento é fundamental nesse setor. Nesse sentido, evite conversar sobre assuntos paralelos ou até mesmo que possam causar desconforto às pessoas. Seja objetivo e assertivo para passar uma imagem mais polida, diferenciada.

Relacionados:  Curso de Peeling Online C/ Certificado [SAIBA TUDO AQUI]

corretor de imóveis precisa mostrar-se capaz de conquistar a atenção do cliente, despertar seu interesse em relação ao imóvel e induzi-lo a comprar. Para chegar a este resultado, há etapas da venda que o profissional da corretagem de imóveis precisa avaliar, como conhecer em detalhes o imóvel que quer oferecer, desenvolver uma boa entrevista e saber persuadir o cliente.

As etapas da venda de imóveis seguem uma sequência de ações que são denominadas como fases do processo de vendas de imóveis. Estas fases, distribuídas em quatro pontos, são: abordagem, entrevista, apresentação/demonstração, e fechamento do negócio.

Outro ponto que reforça a importância do corretor de imóveis saber conduzir bem as etapas da venda, é a influência da internet no mercado imobiliário atualmente. De acordo com os dados da pesquisa Media-Screen, realizada no Brasil, entre aqueles que compram imóveis residenciais, 88% usam a internet como fonte principal de informação.

Além disso, há alguns pontos essenciais durante o processo de venda de um imóvel, que é de conhecimento imprescindível do corretor de imóveis: 

Conheça bem o imóvel

Na maioria das vezes, as informações que os corretores de imóveis dispõem já são conhecidas pelos clientes. Por isso hoje, o corretor de imóveis para ter sucesso na venda, precisa conhecer o imóvel nos detalhes e deve saber usar isso como forma de surpreender o cliente.

Conheça bem o cliente

Essa é uma das características mais importantes das etapas da venda, pois quando o corretor de imóveis conhece o cliente a fundo é possível definir suas prioridades e, assim, identificar imóveis adequados às suas necessidades e montar um convincente planejamento/orçamento de compra.

Tenha a documentação em dia

Um dos pontos cruciais da vistoria feita pelos compradores é a documentação dos vendedores e do imóvel. Por isso, é importante não ter dívidas em atraso que possam atingir o imóvel mesmo depois da venda, por exemplo. A documentação em dia já é um ponto a favor do corretor de imóveis.

Não insista, argumente

Pode ser que o cliente não esteja disposto a fechar o negócio imediatamente, por isso o corretor de imóveis deve buscar saber o motivo e tentar resolvê-lo. Sendo assim, é importante não insistir, pois pode desgastar a relação e perder credibilidade. A experiência mostra que as etapas das vendas de imóveis podem ter um melhor resultado se a argumentação de vendas, praticada pelos corretores de imóveis, for mais pensada e estruturada através de uma organização a partir das motivações do cliente.

Não venda características, mas benefícios

A prática de vender imóveis só falando das características já não é suficiente para convencer o cliente. Durante o processo, o corretor de imóveis deve saber conduzir a venda, uma vez que os clientes estão interessados em benefícios específicos. O cliente não compra o imóvel, mas o que o imóvel faz por ele. Com o benefício, ele passa a perceber o imóvel como uma solução para os seus problemas e, assim, passa a perceber que o imóvel não custa mais, vale mais.

Esteja presente na web

Pesquisas apontam que a imensa maioria das pessoas que pesquisam imóveis, realizam suas buscas na internet. Além disso, cada pessoa que realiza estas buscas, tende a visitar, em média, 5,6 sites imobiliários. Ou seja, quanto maior a divulgação dos imóveis através da internet, maiores as chances de alcançar estes consumidores.

O que você achou deste artigo? (deixe seu comentário)