Curso de Chaveiro Online O Guia Definitivo

Tempo de leitura estimado: 7 minutos

chaveiro é o profissional responsável por fabricar e fazer cópias de chaves, trocar segredos e realizar manutenção de fechaduras, além de vender equipamentos de segurança (cadeados, travas, chaves personalizadas etc.).

Atribuições profissionais do Chaveiro

– Fabricar chaves
– Fazer cópias de chaves
– Abrir fechaduras
– Trocar segredos de fechaduras e cadeados
– Manutenção de fechaduras
– Conserto de trancas de carros
– Chaveiros especializados podem trabalhar com manutenção e abertura de cofres, confecção de chaves eletrônicas, fechaduras protegidas por senhas eletrônicas, etc.
– Elaborar mestragem
– Retirar chaves quebradas
– Abertura com lâminas, grampos, pentinhos ou furação

Formação do profissional chaveiro

Para ser chaveiro não é necessário uma formação específica, mas cursos profissionalizantes e livres na área são um grande diferencial. Muitos chaveiros aprendem a profissão trabalhando para outros chaveiros, como ofício. Quanto maior a especialização e atualização profissional que o chaveiro tiver, maior o leque de serviços que poderá prestar, portanto maior diferencial de trabalho e possibilidade de lucros.

Maiores InformacoesQuais características são necessárias para essa profissão?

– Ser confiável
– Responsabilidade
– Agilidade
– Flexibilidade
– Dinamismo
– Pontualidade
– Disponibilidade para trabalhar 24 horas por dia (emergências nem sempre acontecem no horário comercial!)
– Ser detalhista
– Paciência
– Capacidade de concentração
– Atualização constante

O Mercado de Trabalho

A profissão de chaveiro é especialmente interessante para quem deseja ou sonha em trabalhar por conta própria. Mas é possível também trabalhar como empregado de outro chaveiro, profissional liberal, prestador de serviço (para seguradoras ou administradoras de cartão de crédito, por exemplo) ou ainda chaveiro especializado em um determinado segmento (como cofres, por exemplo).

O mercado de trabalho é amplo, pois a demanda é constante. No caso do empreendedor, um ponto para chaveiro não requer grande investimento, e inicialmente pode ser instalado na própria casa do profissional ou mesmo num automóvel utilitário, para oferecer um serviço volante. Além disso, oficinas de chaveiro podem ser ainda instaladas em salas comerciais, quiosques dentro de lojas, shoppings e galerias comerciais.

É conveniente, no caso de abrir o próprio negócio, instalar o ponto em um local que não possua um chaveiro atuante ou estabelecido, pois o chaveiro normalmente atende uma comunidade específica, ao redor de sua oficina de trabalho, e fazendo assim, poderá arregimentar mais clientes.

Relacionados:  Curso de Maquiagem Profissional Online com Certificado

Quanto mais especializado for o chaveiro, maior o número de serviços que poderá oferecer, e maior clientela poderá atingir.

Faixa Salarial

Não há como estipular uma renda média fixa para o chaveiro, pois a remuneração nesta profissão depende de inúmeros fatores: se o ponto é próprio, o tempo de atuação, se está em uma cidade grande ou do interior, diversidade dos serviços oferecidos, horário de trabalho, etc. Mas, para a maioria dos profissionais da área, é um negócio muito rentável.

Nas grandes cidades, no primeiro ano de negócio, a renda pode variar de R$ 1.500,00 a R$ 5.000,00 (já descontados gastos, custos com o ponto, funcionário, etc).

Dentro de um contexto de crise econômica, poucos profissionais podem se gabar de ter uma ocupação que não sofra tanto quando o país vive um cenário desfavorável. Mas alguns serviços são tão essenciais que continuam encontrando demanda crescente mesmo em épocas de vacas magras.

Uma das profissões que se encaixa nesse cenário é a de chaveiro. Esse ofício é primordial para a sociedade como a conhecemos e quem entrar no ramo pode experimentar um retorno financeiro bastante positivo.

Quer descobrir o que é necessário para se profissionalizar e conhecer um pouco as peculiaridades dessa área de atuação? Confira como ser chaveiro no post de hoje:

Principais funções

Quando pensamos na profissão de chaveiro, certamente nos vem à mente o ofício de fazer cópias e mais cópias de chaves. No entanto, esse trabalhador possui qualidades muito maiores e competências bastante valorizadas pelo mercado atualmente.

Além das cópias, ele precisa saber abrir cofres, consertar trancas, abrir portas de carros cuja chave principal ficou trancada dentro do veículo, lidar com cadeados especiais e dispositivos com sistemas eletrônicos embutidos, destravar travas de direção conjugadas e muito mais.

O chaveiro é uma espécie de artesão profissional dos tempos modernos, e estudo e muito foco são indispensáveis para o sucesso no ramo.

Além disso, quem quer melhores lucros na profissão precisa se diferenciar e isso pode significar oferecer serviços diferenciados e produtos individualizados, como chaves coloridas, com temas, chaveiros e carimbos, que estão com uma boa demanda no momento.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho está bem aquecido na área. As pessoas sempre precisarão fazer cópias de chaves e o ramo imobiliário e automobilístico cresceu bastante nos últimos anos, o que impõe uma série de clientes em potencial para os chaveiros.

Entre na nossa lista VIP e receba as melhores dicas de vendas


A grande demanda por segurança nas grandes cidades também criou novos produtos, como fechaduras protegidas por senhas e chaves de carro que são codificadas e equipadas com chips eletrônicos, o que exige mais preparação por parte do profissional, mas também joga lá em cima o preço desse tipo de serviço.

Relacionados:  Curso de Designer de Sobrancelhas e Micropigmentação Fio a Fio R$97

Como geralmente são trabalhadores autônomos, os chaveiros podem se adaptar bem à realidade e escolher os melhores turnos de trabalho e os ofícios mais lucrativos na área. Além disso, pagando os impostos em dia, ele fica assegurado com os mesmos direitos que qualquer empregado empresarial.

Como ser chaveiro: profissionalização

Um passo fundamental para quem quer aprender a ser um chaveiro é pensar na profissionalização. Antigamente, muitos trabalhadores aprendiam o ofício na prática, vendo e pegando dicas com os mais experientes.

No entanto, com a modernização e a criação de mais demanda de chaves codificadas e equipamentos de segurança, um curso específico na área se tornou não só um diferencial, mas quase uma exigência.

O ponto positivo é que além dos cursos presenciais, existem diversas boas opções online. A vantagem de aprender por meio da internet é que você pode estudar de qualquer lugar, no horário que for mais propício.

Você não precisará se preocupar com os gastos com deslocamento ou as horas perdidas no trânsito. Além disso, ter um diploma pode facilitar bastante se você não quiser começar com seu próprio negócio e resolver tentar uma vaga no mercado de trabalho.

Maiores Informacoes

Desafios da profissão de chaveiro

A profissão de chaveiro tem muitas particularidades. Com isso, ter sucesso atuando nessa área significa conhecer bem o que o mercado deseja e reunir as qualidades e competências necessárias para desempenhar um bom trabalho. Reunimos aqui alguns pontos centrais que representam os principais desafios do mercado de chaveiro.

Atendimento de qualidade

Como todo profissional do setor de serviços, o chaveiro tem o desafio de lidar com o público. Isso significa entrar em contato com diferentes tipos de pessoas, sendo umas mais e outras menos gentis.

Independentemente do comportamento da pessoa que busca pelo serviço, o papel do chaveiro é propiciar o melhor tratamento possível aos seus clientes. Ou seja, ser gentil, cordial e educado é um pré-requisito para esse tipo de trabalho, por mais difícil que seja apresentar essa conduta em determinadas situações.

Isso porque, por melhor que seja o trabalho de um profissional, as pessoas não costumam solicitar novamente um serviço em que o atendimento tenha sido ruim. Mais do que isso, o chaveiro que não presta um atendimento razoável corre o risco de ser mal recomendado.

Estamos falando aqui de um ponto-chave para a sobrevivência de um chaveiro no mercado que é reputação. Quais as chances de um profissional mal recomendado por muitas pessoas, em uma mesma localidade, conseguir ter sucesso nos negócios? Muito pequenas, não é mesmo? Se você já atua como chaveiro ou já prestou serviços de outras naturezas sabe muito bem disso.

Relacionados:  Curso de Porcelanato Liquido 3D + Fornecedores

Maiores Informacoes

Fidelização de clientes

Fidelizar uma carteira de clientes é o sonho de qualquer prestador de serviço. A condição de ter um número de pessoas mais ou menos fixo e que busque pelos seus serviços constantemente representa saúde financeira para o seu empreendimento.

Isso porque, com uma demanda constante de trabalho, você terá um fluxo de caixa com o qual poderá contar e a partir de disso será mais fácil prever custos e rendimentos. Mas você deve estar se perguntado: como fidelizar os clientes?

Para um chaveiro, chegar a essa condição envolve cativar o seu público entregando um pouco mais que ele solicitar sempre que possível. Em uma visita, por exemplo, esteja atento ao que o cliente quer e, se for viável, ofereça a realização de um reparo que não envolva grandes custos de tempo e material. As pessoas valorizam muito esse tipo de comportamento!

Organização do negócio

A profissionalização dos negócios é um ponto de muita dificuldade para os pequenos empreendedores. Para os chaveiros, a realidade não é diferente. Misturar contas pessoais com as do empreendimento, não saber estabelecer preço para os serviços, problemas com a divulgação do negócio são apenas alguns dos problemas enfrentados.

Tendo em vista essas questões, é muito importante que o chaveiro busque ajuda externa para construir um plano de negócios. O plano serve como um mapa que vai ajudá-lo a definir qual público você quer e deve atingir, a viabilidade financeira do seu negócio, quais os seus custos operacionais e quais são as previsões de lucro, entre outras coisas.

Pular essas etapas para estruturação de um negócio pode te colocar numa situação de muita desorganização e inviabilizar a rentabilidade de sua atividade. Em outras palavras, você pode ficar longos períodos operando no vermelho sem saber o verdadeiro motivo que o levou a isso.

Diversificar a oferta de serviços

Uma vantagem competitiva no mercado de chaveiros, atualmente, é oferecer uma maior variedade de serviços. Podemos citar como exemplo de outras atividades interessantes que representam diferenciais: as chaves codificadas de automóveis, os cofres de fechadura eletrônica, os cadeados codificados etc.

Além de cobrir um número maior de demandas de seus clientes, o chaveiro trabalhará com serviços de maior valor agregado, de modo a maximizar seus lucros.

Esperamos que depois de ler este texto você possa traçar o caminha certo para a profissão de chaveiro. Para continuar por dentro das dicas e novidades que compartilhamos, assine a nossa newsletter e receba os conteúdos em primeira mão!

O que você achou deste artigo? (deixe seu comentário)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.