Como montar uma Imobiliária passo a passo

83Tempo de leitura estimado: 18 minutos

Se você estiver interessado em como montar uma imobiliária para ajudar compradores e vendedores a navegar no processo estressante e complicado de trabalhar em uma das maiores transações de suas vidas, precisará garantir que sua empresa esteja bem preparada.

As pessoas que desejam iniciar um negócio imobiliário costumam perguntar:

  • Quanto custa para abrir um negócio imobiliário?
  • Como você inicia sua própria empresa imobiliária?
  • Quanto os proprietários de empresas imobiliárias ganham?
  • Qual o sucesso de um negócio imobiliário?
  • Como corretores de imóveis conseguem clientes?
  • Preciso de uma licença para trabalhar no setor imobiliário como corretor de imóveis e como corretor?
  • Como nomeio minha empresa imobiliária?
  • O que uma empresa imobiliária faz?

Se você quiser mergulhar e começar seu próprio negócio imobiliário, há muito a considerar.

 

1. Desenvolva e refine sua ideia para montar uma imobiliária

O setor imobiliário é um campo extremamente competitivo. As chances são de que sua área já tenha pelo menos um ou dois corretores bem-sucedidos e populares que já estejam ativamente envolvidos no mercado.

Se você deseja ter a melhor chance de sucesso, precisa considerar seus pontos fortes, fracos e quaisquer áreas nas quais esteja particularmente interessado ou com experiência.

Verifique se você está profundamente familiarizado com a área em que deseja montar seus negócios.

Conhecer as cidades e arredores de onde você ajudará as pessoas a se localizar é uma parte crítica da administração de um negócio imobiliário, mas também pode influenciar a maneira como você decide se apresentar no mercado.

Dê uma olhada nos outros corretores de imóveis e corretoras na área para determinar o que sua concorrência está fazendo no mercado e faça um balanço de como essas empresas existentes estão abordando as coisas.

Como seus pontos fortes naturais o diferenciam dos outros negócios imobiliários da região?

Considere as seguintes perguntas. Obter opiniões externas sobre alguns deles pode ser útil – não tenha medo de perguntar a alguém em quem você confia no que eles pensam sobre suas respostas para o seguinte:

  • Que habilidades me diferenciam?
  • Qual é o objetivo do meu negócio?
  • Para quem estou fornecendo um serviço ou produto?
  • Qual é o valor máximo que posso gastar com segurança neste negócio?
  • Preciso de capital externo? Quantos?
  • Que tipo de equilíbrio entre vida pessoal e profissional pretendo alcançar?
  • Quais são minhas expectativas em iniciar meu próprio negócio?

Encontre um nicho

Considere o nicho específico certo para o seu negócio imobiliário para se dar uma vantagem sobre a concorrência.

Deseja vender para um grupo ou segmento específico da população? Ou talvez você queira se concentrar em uma área específica da cidade ou se especializar na compra e venda de condomínios?

Talvez você queira ser o especialista da área em vendas a descoberto, concentre-se apenas no gerenciamento de propriedades de aluguel ou talvez seja o recurso obrigatório para as leis de senhorio / inquilino do seu estado.

Você terá melhores chances de sucesso se começar com um público-alvo específico.

Certifique-se de configurar seu negócio imobiliário para atender às necessidades de um nicho específico, a fim de evitar gastos excessivos e prejudicar todos os seus clientes em potencial.

ENTRE NA LISTA VIP AGORA leva 5 segundos Receba dicas e truques para aumentar vendas da sua empresa!




NÃO SATISFEITO COM O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO?

Junte-se a dezenas de milhares de empresas de sucesso que usaram nosso guia para criar uma marca mais forte e obter um melhor retorno do investimento.

 

Isso vale para qualquer empresa, não apenas para o setor imobiliário. Em nosso guia definitivo sobre  como iniciar um pequeno negócio , sugerimos que empreendedores aspirantes escolham um nicho para a melhor chance de sucesso.

A concorrência é difícil o suficiente – torne mais fácil se destacar com uma especialidade.

Aqui estão alguns nichos imobiliários a serem considerados:

  • residencial
  • Resort e casas de férias
  • Propriedades de renda (casas compradas para gerar renda por meio de aluguel ou arrendamento)
  • Condomínios
  • Propriedades com zonas comerciais
  • Gestão da propriedade
  • Propriedade de aluguel

Qualquer que seja o nicho que você escolher, verifique se você é apaixonado por ele. Essa paixão surgirá em tudo que você faz e seus clientes apreciarão e abraçarão a autenticidade de sua marca.

2. Escreva um plano de negócios

Embora um plano de negócios não seja obrigatório, ele pode ajudar a cristalizar suas idéias. Toby Nwazor defende a criação de um plano de negócios :

Qualquer empresário experiente sabe que uma empresa sem um plano de negócios é como um peixe sem água. O plano não precisa ser demorado no começo. Em vez disso, deve ter uma ou duas páginas, identificando os principais elementos da estratégia de negócios da linha de roupas.

Um plano de negócios é um documento que descreve as metas financeiras e operacionais do seu negócio. Ele define os objetivos da sua empresa e fornece informações específicas que mostram como sua empresa alcançará esses objetivos.

Seu plano de negócios não precisa ter 100 páginas. Seja breve, conciso e concentre-se nos detalhes essenciais.

Estudos mostram que os empreendedores que dedicam tempo para elaborar um plano de negócios têm 2,5 vezes mais chances de seguir adiante e tirar seus negócios do chão. O trabalho dedicado à criação de um plano de negócios também ajuda os novos empreendedores a desenvolver habilidades que serão inestimáveis ​​posteriormente.

Os planos de negócios tradicionais têm as seguintes seções:

  • Um resumo executivo . Esta seção resume o plano inteiro, portanto geralmente é escrito por último. Qualquer pessoa que esteja lendo seu plano lerá isso primeiro, por isso é um elemento importante.
  • Uma visão geral do setor . Esta seção fornece uma breve visão geral do setor industrial em que sua empresa operará. Inclui os principais players, tendências do setor e estimativas de vendas do setor.
  • Análise de mercado . Ele analisa o mercado-alvo do seu produto ou serviço. Ele detalha seus segmentos de mercado, sua localização geográfica e quais são suas necessidades. Esta seção mostra qualquer pessoa que esteja lendo que você tem um entendimento completo das pessoas para as quais planeja vender ou servir.
  • Análise competitiva . Quem são seus concorrentes diretos e indiretos? Como eles atualmente atendem às necessidades do seu mercado-alvo e como você diferencia seu produto ou serviço?
  • Plano de vendas e marketing . Qual é a sua proposta de venda exclusiva? Como você vai promover o seu negócio e convencer o seu público-alvo a comprar? Esta seção detalha questões como estas.
  • Plano de manejo . Esta seção descreve sua estrutura jurídica e de gerenciamento. Mostra quem é sua equipe de liderança e quais serão suas necessidades de pessoal. Se você planeja buscar financiamento, também deve descrever seu conselho consultivo aqui.
  • Plano operacional . O local da sua empresa, instalações, equipamentos e que tipo de funcionários você precisará estão nesta seção. Quaisquer fornecedores, processos de fabricação e outros detalhes operacionais também aparecem aqui.
  • Plano financeiro . Esta seção é para todas as coisas financeiras. Existem três documentos financeiros importantes de qualquer empresa que se encontram aqui: uma demonstração de resultados, um balanço e uma demonstração de fluxo de caixa.
  • Apêndices e Exposições . Todas as informações que ajudam a apoiar sua ideia de negócio estão aqui, incluindo estudos de mercado, acordos legais, fotos de seus produtos e muito mais.

Para obter mais informações sobre como criar um plano de negócios, a Small Business Administration o cobre. Clique aqui  para ver o guia completo para escrever um plano de negócios.

Faça pesquisa de mercado

Antes de mergulhar em seu plano de negócios, é importante conhecer o mercado em que você está entrando.

O planejamento de negócios e a pesquisa de marketing ajudam a criar um negócio imobiliário de maior sucesso.

Quem são seus concorrentes diretos? Quem são os principais agentes imobiliários que trabalham no seu nicho de destino? O que os faz se destacar do resto da competição?

Muito do trabalho que está por vir depende de informações recolhidas em pesquisas de mercado. É crucial que você não pule esta fase, para ter os dados necessários para tomar decisões informadas.

Você precisará realizar os dois principais tipos de pesquisa de mercado: primário e secundário.

A pesquisa primária é um primeiro passo importante. Você precisará encontrar respostas para perguntas como:

  • Quais fatores seus clientes em potencial consideram ao comprar uma residência / escritório / terreno?
  • O que eles acham que está funcionando e o que precisa ser aprimorado em sua localização atual?
  • O que eles gostam e não gostam no local em que estão atualmente?
  • Qual é a hipoteca / aluguel atual? Eles sentem que é razoável e tem um bom valor?

Você responde a essas perguntas conversando com clientes em potencial. Pesquisas, grupos focais, entrevistas individuais e questionários são as ferramentas de escolha para a pesquisa primária.

Pesquisas secundárias são informações extraídas de fontes existentes.

Você pode identificar concorrentes e definir seus segmentos de mercado ou dados demográficos usando os dados disponíveis no momento. Atributos-chave como faixa etária, estilo de vida e padrões de comportamento são alguns dos pontos de dados usados ​​para dividir seus clientes-alvo em segmentos.

Depois de obter essas informações, você as consultará repetidamente enquanto cria e inicia seus negócios. Certifique-se de ter gasto bastante tempo coletando dados, para que as decisões que você toma sejam baseadas em pesquisas sólidas.

Planeje todas as considerações legais e logísticas necessárias para os negócios e criará uma base sólida para o futuro próspero de seus negócios imobiliários.

3. Decida sua estrutura comercial legal

Existem muitos tipos diferentes de estruturas legais para várias entidades comerciais. Para novos empresários, escolher o melhor para o seu negócio pode parecer esmagador.

O setor imobiliário também possui requisitos comerciais especiais a serem considerados.

A maioria dos agentes imobiliários opera como empresários autônomos afiliados a uma corretora imobiliária licenciada. Nesse caso, os agentes administram seus negócios independentes, mas sob a supervisão de um corretor licenciado.

A abertura da sua corretora tem algumas considerações semelhantes, mas com um foco expandido. Na maioria dos estados, a abertura da sua corretora também exige um tipo especial de licença imobiliária.

Nos dois casos, você está iniciando um negócio.

Os empreendedores que procuram corretagem geralmente selecionam uma das quatro estruturas legais de negócios: propriedade exclusiva, parceria, sociedade de responsabilidade limitada (LLC) ou uma corporação. Aqui está uma análise básica de cada um:

  • Propriedade exclusiva – esta é a entidade comercial mais básica. Uma propriedade exclusiva significa que uma pessoa é a única responsável pelos lucros e dívidas de uma empresa.
  • Parceria – Uma parceria é uma responsabilidade compartilhada entre duas ou mais pessoas que possuem responsabilidade pessoal por um negócio.
  • Empresa de responsabilidade limitada (LLC) – uma estrutura que permite que proprietários, parceiros ou acionistas limitem a responsabilidade pessoal, mas ainda inclui benefícios fiscais e de flexibilidade associados a uma parceria.
  • Corporação – é uma entidade legalmente considerada separada de seus proprietários. Isso significa que as empresas podem possuir propriedades, podem ser responsabilizadas, devem pagar impostos e podem celebrar contratos.

A maioria dos agentes imobiliários que trabalham como contratados independentes, sob a égide de uma corretora imobiliária, opera como proprietários únicos.

Além disso, as corretoras de um único proprietário também são proprietárias.

Se você iniciar seus negócios por conta própria e optar por não incorporar ou formar uma LLC, por padrão, você é o único proprietário.

Propriedade exclusiva e parcerias são as formas de negócios mais acessíveis porque se formam naturalmente. Você não precisa declarar nenhum dos dois. Depois que você ou você e mais uma pessoa começarem a vender bens ou serviços, você será automaticamente um único proprietário ou parceiros.

Empresas e corporações exigem mais esforço para serem criadas, mas há benefícios financeiros e comerciais distintos para cada um.

Considere seus objetivos de negócios futuros. Você deseja escolher uma estrutura de negócios que possa acomodar o crescimento e a expansão dos seus negócios.

Para mais informações, a Administração de Pequenas Empresas  é um ótimo recurso.

Depois de decidir sobre sua estrutura comercial legal, não se esqueça de se registrar no governo (normalmente seu estado e, às vezes, seu município) e no IRS.

Os formulários necessários e onde você deve se registrar são determinados pela sua estrutura de negócios.

Você também pode encontrar obrigações fiscais específicas do estado  no mesmo site.

Em alguns casos, você pode precisar de licenças e permissões federais, estaduais ou locais para operar.

 

4. Obtenha uma licença

Esteja você trabalhando em São Paulo ou outro estado, precisará da licença apropriada para o seu negócio imobiliário.

Uma licença imobiliária

Se você é totalmente novo no negócio, precisará obter sua licença imobiliária antes de começar a trabalhar como corretor de imóveis oficial.

Há quatro etapas básicas que você precisa para competir para obter sua licença e começar a trabalhar como corretor de imóveis:

  • Faça o curso de pré-licenciamento imobiliário para o seu estado. Você precisará fazer seu curso de pré-licenciamento imobiliário para fazer o exame imobiliário do seu estado. Isso concede a você uma licença imobiliária. Você precisará estudar os tópicos abordados no exame, que podem incluir leis de habitação justas, tipos de propriedade, responsabilidades fiduciárias, títulos, escrituras, contratos, e outros aspectos necessários da legislação imobiliária. Todos os cursos de pré-licenciamento de imóveis abrangem as leis e os regulamentos do seu estado, além das leis federais do setor imobiliário em vigor para todos os 50 estados.
  • Passar no exame de licenciamento imobiliário. A duração do exame varia de 1,5 a 3,5 horas, com base no estado em que você está. Na maioria dos estados, você deve responder de 70% a 75% das perguntas corretamente para passar. O exame estadual cobrirá os mesmos tópicos abordados em seus cursos de pré-licenciamento. A maioria dos estados tem exames de múltipla escolha que testam os princípios e leis nacionais de imóveis e os princípios e leis imobiliárias estaduais.
  • Envie seu pedido de licença imobiliária. Envie seu pedido de licença para o conselho imobiliário do seu estado assim que você passar no exame. Se houver taxas de inscrição, você precisará incluí-las. Esteja preparado para a possibilidade de seu estado exigir que todos os solicitantes de licenças imobiliárias enviem suas impressões digitais para uma verificação de antecedentes criminais.
  • Encontre um corretor para trabalhar. Agora que você passou no exame imobiliário, enviou sua solicitação de licença ao departamento imobiliário do estado e pagou as taxas necessárias, você precisará encontrar um corretor para trabalhar. Ter sua licença associada a uma corretora licenciada é necessário para você começar a trabalhar como um agente imobiliário. Esta é uma decisão crítica que requer pesquisa e reflexão cuidadosa. Considere os benefícios envolvidos, se você optar por trabalhar com uma corretora de franquia ou, alternativamente, os benefícios de trabalhar com uma corretora boutique.

Uma licença de corretor

As etapas básicas para obter uma licença do corretor são as mesmas na maioria dos estados:

  • Você precisará de uma licença imobiliária.  Você deve concluir a educação acima mencionada, ser aprovado no exame de licenciamento do seu estado e seguir totalmente o processo de envio da inscrição e das taxas necessárias.
  • Experiência. Os corretores de imóveis geralmente precisam ter pelo menos 2 a 4 anos de experiência trabalhando no setor imobiliário antes de serem elegíveis para solicitar uma licença de corretor. Além disso, alguns estados exigem que os agentes concluam um número mínimo de transações imobiliárias antes de se tornarem elegíveis para uma licença de corretor imobiliário.
  • Educação. Os candidatos a corretores em todos os estados são obrigados a concluir a educação pré-licenciamento, que pode variar de 45 horas a 90 horas antes de serem autorizados a solicitar uma licença do corretor.
  • Exame de corretor. Você deve passar no exame de licenciamento do corretor. O exame do corretor é mais longo e abrangente em todos os estados, em comparação com o exame do corretor de imóveis. É extremamente importante se preparar bem e estudar todo o material necessário, e existem cursos disponíveis  para ajudá-lo a dominar as informações deste exame aprofundado.
  • Aplicação e Taxas.  Preencha o pedido de licença do corretor e pague as taxas aplicáveis. As taxas variam de US $ 150 a US $ 200, dependendo do estado em que você vive.

5. Compre um seguro comercial

Você ficaria surpreso com quantos novos empresários esquecem de proteger a si mesmos e a seus negócios adquirindo seguro antes de  começarem seus negócios.

Não ajuda se você comprar um seguro depois de iniciar o seu negócio e incorrer em reclamações.

O seguro pode cobrir danos à propriedade, roubo, ações de propriedade intelectual e outros incidentes. Isso pode custar muito caro para as pequenas empresas, e você precisa proteger a si e a seus novos negócios. Isso é especialmente verdadeiro no setor imobiliário, onde as transações incluem conselhos, orientações e grandes quantias de dinheiro.

Como prestador de serviços imobiliários, você desejará um seguro de responsabilidade civil para protegê-lo contra possíveis reivindicações. Seus clientes dependem de sua experiência e gerenciamento, e sempre há a possibilidade de um cliente insatisfeito processá-lo se algo der errado.

Se o seu negócio imobiliário emprega pessoas, você precisa ter uma compensação dos trabalhadores e seguro-desemprego. A cobertura varia de acordo com o local e muitas políticas de responsabilidade geral (GL) cobrem pelo menos a compensação dos trabalhadores.

 

6. Analise os números

Quando você inicia um novo negócio, mesmo que seja um negócio imobiliário em casa, é crucial compreender os números envolvidos.

Esses números incluem a capacidade de rastrear suas vendas e lucros – mas uma empresa inteligente precisará contabilizar muito mais do que apenas vendas.

As vendas de imóveis tendem a diminuir e fluir com a economia. Isso significa que você precisa se preparar para os altos e baixos da receita inconsistente. Você precisa saber quanta renda precisa para cobrir os momentos em que as coisas são mais enxutas.

Planeje o custo do seguro de saúde e de vida e não se esqueça de incluir férias em potencial no seu orçamento. Todo mundo precisa de uma pausa em algum momento, e seu orçamento precisa dar conta disso.

Ao iniciar sua própria corretora, ou mesmo se você estiver começando como um corretor de imóveis recém-licenciado, seus custos podem incluir:

  • sua marca pessoal (logotipo, cartões de visita e site)
  • quaisquer taxas de licença ou permissão
  • depósitos e aluguéis para um local de trabalho físico, se você planeja alugar seu próprio espaço de trabalho
  • custos básicos de infraestrutura, como serviço de telefone e internet, software de faturamento, etc.
  • custos de marketing e publicidade
  • custos ou arrendamentos de equipamentos
  • salários ou salários de qualquer funcionário

Depois de saber quanto custará para você começar, compare isso com os fundos que possui. Em seguida, planeje como você fará qualquer diferença.

Não importa quão pequena seja sua empresa, você ainda terá custos; portanto, preste muita atenção ao seu orçamento.

Execute cálculos para determinar quanto custará para criar sua empresa. Esses números permitem planejar e pensar sobre suas taxas e o que você deve cobrar.

7. Crie uma forte identidade de marca

Criar uma identidade de marca memorável  é um elemento crucial no sucesso de qualquer profissional imobiliário. Isso é crucial no setor imobiliário. Agentes imobiliários e corretores frequentemente comercializam seus serviços com base na força de sua marca e personalidade.

Como discutimos anteriormente ,

… Sua marca é a identidade pública da sua empresa. Idealmente, sua marca deve incorporar os melhores (e mais essenciais) atributos de sua empresa.

Uma marca representa como as pessoas conhecem você e sua empresa. Afeta como os clientes percebem sua reputação ou a reputação de sua empresa.

No competitivo mercado imobiliário de hoje, uma marca forte é mais importante do que nunca.

Faça a si mesmo estas perguntas importantes:

  • Que identidade / personalidade eu quero que minha marca imobiliária projete?
  • Quem vai querer meus produtos ou serviços?
  • O que os clientes podem obter dos meus serviços que não conseguem em nenhum outro lugar?
  • O que os clientes podem obter trabalhando comigo e  não conseguem chegar a outro lugar?
  • Quais são os valores da minha marca?
  • Qual é a parte mais importante da experiência dos meus clientes?

Suas respostas a essas perguntas (e outras como elas) criarão o núcleo da sua marca. Todas as suas futuras decisões de marca devem expandir essas idéias. O nome da sua empresa , o logotipo da sua empresa e o design do seu site devem crescer a partir dos conceitos definidos aqui.

Muitas empresas imobiliárias têm logotipos idênticos. Verifique se o seu logotipo imobiliário é único.

E não se esqueça da sinalização imobiliária. Deixe sinais aborrecidos para os outros e, em vez disso, obtenha sinais imobiliários que vendem.

É uma boa ideia revisar suas respostas às perguntas que você respondeu periodicamente para garantir que você possa retransmitir o valor da sua marca pessoalmente – e verifique se as respostas ainda se aplicam.

Sempre que você fizer aparições pessoais, não deixe de levar cartões de visita e folhetos para pessoas que desejam aprender mais sobre seus serviços.

Você pode aprender mais sobre os detalhes básicos do estabelecimento e manutenção de uma identidade de marca consistente em Crescer sua pequena empresa com marca consistente .

8. Construa uma presença na web

De acordo com um estudo sobre compradores de casas, 90% iniciam suas pesquisas on-line e 40% entram em contato com um corretor de imóveis após pesquisar na web.

A web é uma ferramenta essencial de vendas e marketing para todas as pequenas empresas, e agentes imobiliários e corretores não são exceção.

Os clientes escolhem serviços imobiliários com base na marca, na pessoa por trás da marca e na reputação dessa pessoa. Seu site geralmente é o primeiro ponto de contato entre você e os possíveis clientes. Faça com que a primeira impressão seja boa com um site bem projetado.

Garanta que a criação de site realmente incorpore sua marca. Os visitantes devem entender quem você é, os serviços que oferece e suas qualificações e reputação.

A cópia de marketing e design do seu site deve projetar a voz e a identidade da sua marca pessoal ou do corretor. Aqui estão algumas sugestões:

  • Se você trabalha como corretor de imóveis, inclua uma foto e uma biografia. Os compradores de casas querem conhecer a pessoa por trás do site.
  • Seja autêntico e evite o marketing de “conversa feliz”. Fale o mesmo idioma que seus clientes.
  • Inclua exemplos de vendas de alta qualidade que você fechou e inclua provas sociaissempre que possível.
  • Ofereça aos visitantes do site uma maneira fácil de entrar em contato com você.

Procure criar um site que construa sua marca, estabeleça sua abordagem e estilo e comunique sua proposta de valor. Como acontece com outros campos orientados pela personalidade (como vendas de imóveis e outros serviços criativos), as pessoas não estão apenas comprando seus serviços; eles estão comprando um relacionamento com você.

Ao comprar algo tão importante quanto uma casa, a confiança é fundamental. Verifique se tudo na sua marca transmite que você é uma autoridade confiável.

9. Crie um plano de vendas

A pesquisa de mercado continua sendo uma ferramenta valiosa e necessária que todo empresário deve usar ao iniciar um novo empreendimento.

Quando você estiver pronto para abrir seu negócio imobiliário, ter um plano bem pesquisado economizará tempo, estresse e dinheiro a longo prazo.

Certifique-se de entender todas as suas escolhas e depois considere qual funcionará melhor para o seu negócio.

Comece com o grande problema: como você venderá seus serviços?

O setor imobiliário geralmente é um serviço pessoal e íntimo; portanto, uma abordagem prática é mais eficaz e bem-sucedida. Seu site pode ajudá-lo a gerar leads, mas seu sucesso se baseia tanto nos clientes que você diz que não gosta dos que você diz que sim.

O que isto significa? Significa levantar-se do computador e do telefone.

Uma ligação rápida com um cliente em potencial pode estabelecer se você é ou não adequado às suas necessidades. Isso economiza tempo e esforço para você e seu cliente, se não houver uma boa correspondência.

Todo esse pré-trabalho leva à segunda parte do seu plano de vendas: a consulta pessoal. Você quer se encontrar com seu cliente para poder trabalhar com antecedência as necessidades, expectativas e fatores críticos.

O objetivo final nesta fase é que seu cliente se comprometa a trabalhar com você.

Claro, é aqui que começa o verdadeiro trabalho! Não importa qual serviço ou produto você ofereça, é importante lembrar uma coisa: a experiência pós-venda.

Uma parte crucial do seu plano de vendas é o que acontece após a conclusão do trabalho. O atendimento ao cliente pós-venda pode ser um local onde você se diferencia dos seus concorrentes.

Muitos agentes imobiliários e corretores encontram muitos de seus clientes através do boca a boca de felizes novos proprietários. Crie uma ótima experiência de vendas com seus clientes para aumentar a probabilidade de você receber muitas referências de boca em boca.

O boca a boca é uma poderosa ferramenta de marketing, especialmente para agentes imobiliários. Como  escrevemos :

De fato, os clientes referidos a um produto são mais valiosos. Um estudo da Wharton School of Business descobriu que os clientes indicados têm um valor de vida útil 16% maior e são mais leais.

Pense no seu plano de vendas com antecedência, para que você possa aproveitar todas as oportunidades para fechar a venda e gerar futuras também.

10. Junte-se a uma equipe

O primeiro passo na escolha de ingressar ou iniciar sua própria corretora é entender os prós e contras dos dois tipos básicos de corretoras de imóveis: corretoras de franquia e corretoras de boutique.

Corretagem Nacional de Franquias

O primeiro tipo de corretora é chamado de corretora de franquia.

As corretoras de franquia trabalham sob a égide de grandes empresas nacionais. Essas empresas concedem aos corretores o direito de usar seu nome, marca e plano de negócios. A franquia recebe esses benefícios e, em troca, a empresa maior recebe uma porcentagem de cada negócio fechado por esse escritório.

A maioria das franquias é de propriedade independente. No entanto, cada corretora de franquia é obrigada a seguir as regras e regulamentos estabelecidos pelo escritório corporativo.

Há muitas vantagens em trabalhar para uma corretora de franquia. As empresas maiores fornecem vastos recursos para marketing e branding, fácil reconhecimento de nome e uma porcentagem maior de tráfego on-line.

Também existem desvantagens.

A principal desvantagem de trabalhar para uma franquia nacional é, ironicamente, o outro lado da vantagem: o tamanho.

Novos agentes, em particular, podem achar desagradável a natureza impessoal de uma grande franquia, e a conseqüente falta de orientação e desenvolvimento profissional pode torná-lo um desafio adicional para entrar em um mercado extremamente competitivo.

Corretoras Boutique

As corretoras de boutique geralmente pertencem a uma pequena empresa. Eles são gerenciados por um único corretor, e os agentes que trabalham nessa corretora geralmente trabalham juntos.

O tamanho pequeno de uma corretora boutique aumenta o valor colocado em cada agente individual. Como as butiques são pequenas, toda contribuição para os resultados da corretora faz uma diferença acentuada. ]

Portanto, existe uma vantagem inerente a garantir que cada agente esteja funcionando da melhor maneira possível – o que significa que os agentes mais novos podem se beneficiar da atenção e orientação extra oferecidas por agentes mais experientes.

As corretoras de butiques também são mais flexíveis com os regulamentos de marca. Os agentes têm licença criativa para criar uma marca sem tantas restrições, o que pode ajudar os novos agentes a criar uma marca de destaque desde o início.

A principal desvantagem de trabalhar com uma corretora boutique é que o orçamento disponível para materiais de marketing e outros recursos provavelmente será significativamente menor do que o de uma grande cadeia. O reconhecimento da marca pode ser mais difícil de alcançar e, em regra, será limitado às áreas que a boutique atende. Os agentes podem achar difícil manter sua reputação em outras áreas, caso decidam fazê-lo, devido à falta de reconhecimento da marca em outros locais.

Se você deseja abrir sua própria corretora boutique e precisar de ajuda com contratos de emprego ou contratados ou acordos com seus fornecedores, dê uma olhada no Quickly Legal , que oferece a empreendedores, pequenas empresas e startups uma maneira fácil e barata de criar, assinar e gerenciar negócios. contratos , com muitos que você pode começar a usar imediatamente.

11. Expanda seus negócios

O setor imobiliário é um setor desafiador para entrar. A concorrência é feroz, e há muita.

A introdução pode parecer assustadora, especialmente se você não tiver conseguido obter o seu agente imobiliário ou a licença do corretor. Por onde começar?

Configurar um CRM

As empresas imobiliárias mantêm relacionamentos. O quão bem você rastreia essas conexões e gerencia seus contatos pode afetar drasticamente o sucesso da sua empresa.

O que você precisa é de gerenciamento de relacionamento com o cliente ou CRM.

Use um CRM robusto para organizar todos os seus leads, contatos e conexões de rede.

Um sistema de gerenciamento de relacionamento com clientes é uma maneira de rastrear e analisar todas as interações que você tem com seus clientes e prospects.

Ao coletar informações do cliente, você pode simplificar e dimensionar o envolvimento capturando todas as comunicações que sua empresa mantém com seus clientes.

Você nunca sabe de onde pode vir sua próxima referência ou cliente. O CRM oferece a capacidade de moldar a experiência do cliente e otimizar suas interações, para que você esteja sempre pronto para o próximo lead.

Entre em contato com seus leads

Depois de começar a rastrear seus leads em um CRM, é hora de entrar em contato com eles. Estudos  mostram que quanto mais tempo um lead fica sem resposta, menor a possibilidade de poder ser convertido em uma venda: de 80% se você chegar imediatamente a 20-35% se você esperar 30 minutos ou mais.

Antes de entrar em contato com um lead, no entanto, faça alguma pesquisa. Tenha algumas perguntas prontas e esteja preparado para responder algumas também. Tenha respostas para algumas das perguntas comuns escritas e, acima de tudo, seja positivo e tenha uma mente aberta.

O foco está na qualidade e não na quantidade. Gaste tempo para criar um relacionamento com clientes em potencial e conversar com eles como se estivesse conversando com um amigo. Você está aí para ajudar.

Pedir referências

Referências são uma fonte significativa de leads para negócios imobiliários. Depois de estabelecer um relacionamento bem-sucedido com um cliente, não fique com vergonha de pedir uma indicação.

Muitas vezes, se você faz bem o seu trabalho, não há nenhum esforço adicional necessário para obter uma indicação. As pessoas geralmente gostam de compartilhar com outras pessoas uma experiência positiva que tiveram ao trabalhar com alguém. Um breve lembrete ao final dos negócios com um cliente pode ajudar a cutucar alguém que de outra forma poderia esquecer.

Clientes satisfeitos são apenas uma fonte de negócios de referência, no entanto.

Além de amigos e familiares, parceiros de negócios e pessoas em suas redes sociais e profissionais podem ajudar a expandir seu pool de referências.

Ao pedir uma indicação, não rodeios. Uma solicitação direta como: “Agradeceria sua ajuda para expandir meus negócios. Você se sentiria confortável em me deixar uma crítica ou indicar alguém que precise de meus serviços para mim? ”

Existem muitos recursos disponíveis para fazer essa solicitação, especialmente na internet. Considere usar campanhas de e-mail com vantagens ou brindes atraentes para o primeiro número de clientes a indicar seus negócios. Você também pode alcançar a clientela existente por meio de plataformas de mídia social, que é uma maneira fácil e mais pessoal de se envolver com suas conexões.

Conclusão

Há muito em que pensar quando você está iniciando seu próprio negócio imobiliário.

As onze etapas acima darão uma vantagem e ajudarão você a começar a ter um negócio bem-sucedido.

 

Recursos adicionais para agentes imobiliários e corretores

Aqui estão outros recursos úteis para agentes imobiliários e corretores:

  • Inman News (principal serviço independente de notícias imobiliárias)
  • Realtor.org (site oficial da associação da National Association of Realtors (NAR)
  • Realty Times (principal site de notícias e conselhos para consumidores e profissionais do setor imobiliário)

Artigos relacionados:

  • {link}

ENTRE NA LISTA VIP AGORA

Receba dicas e truques para aumentar vendas da sua empresa!